Publicado por: iomarbatista | 13 de outubro de 2008

O Real Valor dos Funcionários

 O Empresário, principalmente se ele for empreendedor, deve compartilhar a responsabilidade do sucesso dos negócios com os funcionários. Quando estes têm a oportunidade de assumir missões deste quilate, passam a se sentirem reconhecidos, e assim, entendem o real valor que representam para o empreendimento.
A responsabilidade mais importante que deve ser incumbida e dividida com os funcionários, é fazer com que o mesmo entenda que para que o seu real valor seja reconhecido, é preciso que o mesmo também reconheça o valor do principal mantenedor da empresa. Que é o cliente! Com isto o mesmo deve fazer todo o esforço para conquista, cativar e fidelizar o consumidor. De modo que o transforme em um fã da empresa, passando a admirá-la, como um fã admira um artista. Desta forma, o cliente passará a divulgar a empresa, e, assim estará fazendo propaganda gratuita do negócio.
É preciso que todos saibam qual o custo para se manter o cliente, o que sai muito mais barato caso o perca pois o custo de recuperação do mesmo é muito mais elevado. Isto quando se consegue reverter situações constrangedoras, que levaram o cliente a se afastar da empresa.
Pesquisas feitas pelo Sebrae a nível nacional indicam que quando um cliente esta insatisfeito, naturalmente ele se afasta da empresa, sendo que isto pode ocorrer pelos seguintes motivos: 20% dos pesquisados disseram que se afastam do empreendimento por falta de atenção no Atendimento; 30% por baixa qualidade do produto ou por preço elevado. O que significa que 69% dos clientes mudam de empresa pelos motivos antes citados, em síntese por mal atendimento.
Salientamos que custa 5 vezes mais caro conquistar um cliente novo, do que manter um cliente antigo e que apenas 4% dos insatisfeitos reclamam pelo mal atendimento, que significa que vão embora e nunca mais voltam para fazer compras. Dos que reclamam entre 65 e 90% jamais voltam. Também devemos informar que 82% dos queixosos que têm seus problemas resolvidos voltam a comprar na empresa. Portanto, mesmo que falhemos com o freguês, devemos corrigir a falha que é um caminho para se perder menos clientes.
O ideal é ser capaz de atender totalmente as necessidades dos clientes e satisfazê-lo plenamente. Destarte, é preciso entender o ponto de vista do cliente externo e interno. Sendo que estes últimos representam os nossos colaboradores, os quais devem ser capazes de assimilar as informações acima, intentando agradar o consumidor, e ainda ser participativo, dando sugestões e ajudando a empresa e os colegas de trabalho.
Quando o colaborador ouve o cliente, e sintetiza as informações, dando feed back para a equipe. Esta fazendo sua parte para crescimento do negócio. É preciso reconhecê-lo por esta colaboração. Com isto a produtividade e a eficiência se reflete nos negócios do empreendimento.

Autor – José Iomar Batista da Silva
Nossos artigos podem ser publicados desde que citado o autor com os dados acima. Por gentileza nos comunique em contatos@sitedoempreendedor

 


Responses

  1. Carmem Lúcia Paim
    E-mail: carmem.paim@camaquanet.com.br

    Por favor eu gostaria que você me desses dica de como trabalhar com vendas diretas, eu estou trabalhando a 3 meses com uma marca de cosmeticos nova e não estou conseguindo montar equipe.
    Desde já obrigada.

  2. Cara Carmem Lúcia Paim,

    Não é nada fácil conseguir pessoas para trabalhar com vendas diretas. As pessoa muitas vezes estão acomodadas e não sabem trabalhar para ganhar em cima de comissões. As vezes quando se trata de um produto conhecido, fica mais fácil, se o produto for pouco conhecido é mais difícil de vender. A minha sugestão é que anuncie em classidicados ou crie folder para tertar distribuir em vários pontos que considere estratégico. Quanto mais você poder divulgar a sua necessidade, mais fácil ficará de recrutar pessoas. Então, busque fazer propaganda de sua idéia, tanto boca-a-boca, como por outras ferramente que consiga identificar, boa sorte!

    Iomar Batista
    Fundador do http://www.sitedoempreendedor.com.br
    Blog – iomarbatista.wordpress.com

  3. Gostaria que me ajudassem. Fabrico bolos e doces, como ter carrinhos para venda ambulantes?

  4. Cara Amalia Cristina dos Santos
    Visite o site http://www.respostatecnica.org.br/pages/index.jsp . Você poderá obter informações sobre a produção de diversos produtos. Quanto a Aquisição do Carrinho. Se estiver no Nordeste há uma linha de crédito – Credi Amigo do Banco do Nordeste, que pode financiar este bem. Também há algum tempo havia uma linha de crédito do Banco do Brasil que financiava pessoa física. Caso esteja disponível pode lhe finaciar.
    Sucesso!

    Iomar Batista


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: